0

OMS: 8,8 milhões de pessoas morrem de câncer no mundo

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

Novas diretrizes focaram no diagnóstico e tratamento precoce

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou no início de fevereiro os dados do último levantamento sobre a incidência de câncer no mundo. Segundo a OMS, 8,8 milhões de pessoas morrem de câncer todos os anos no mundo, principalmente em países de baixa e média renda.

O aumento registrado é maior do que os resultados da última pesquisa, feita em 2012, quando houve 8,2 milhões de mortes. O número é tão alarmante que é maior do que a soma das mortes por HIV/AIDS, tuberculose e malária juntas.

Atualmente o câncer é responsável por uma em cada seis mortes no mundo. As principais incidências são nos pulmões, mamas, intestino e próstata, além da pele. São mais de 14 milhões de pessoas diagnosticadas com a doença todos os anos. A perspectiva, segundo os cientistas, é que esse número suba para mais de 21 milhões de pessoas em 2030.

Um dos principais problemas são os diagnósticos tardios da doença. Situação que também acontece em países com alto acesso a serviços de saúde. Grande parte dos casos de câncer são diagnosticados em estágio avançado, dificultando o tratamento da doença.

Os debates sobre as novas diretrizes, que aconteceram em 04 de fevereiro no Dia Mundial contra o Câncer, planejam aumentar as chances de sobrevivência para pessoas vivendo com câncer, por meio de serviços de saúde com foco no diagnóstico e tratamento precoce da doença.

Para isso, é necessário progresso e fortalecimento no diagnóstico precoce, por meio da oferta de tratamento e diagnóstico básico para que todos os países possam atingir metas nacionais ligadas aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), segundo a agência da ONU.

Em seu novo guia, a OMS divulgou os passos que devem ser adotados, como a melhora no alerta público sobre diferentes sintomas da doença e encorajamento das pessoas a buscar atendimento quando esses sintomas aparecerem.

 

Fonte: ONU BR

Imagem & Diagnóstico

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *